Buscar

Produção agrícola de 2013 será 14,7% superior à de 2012, aponta IBGE

Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de junho aponta para uma safra de grãos de 185,7 milhões de toneladas, queda de 0,1% em relação à projeção de maio

  • Enviar
Diego Vara
Foto: Diego Vara / Agencia RBS
Soja, milho e arroz resentam 92,2% da estimativa da produção agrícola

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de junho projeta uma safra agrícola de 185,7 milhões de toneladas em 2013, com uma queda de 0,1% em relação à projeção realizada em maio, divulgou nesta terça, dia 9, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  De acordo com a nova projeção, a safra será 14,7% maior que a do ano passado, que foi de 161,9 milhões de toneladas.

A estimativa da área a ser colhida em 2013 (52,6 milhões de hectares) cresceu 7,8% frente à área colhida em 2012 e ficou 0,6% menor em relação a maio. Arroz, milho e soja foram apontados como os três principais produtos agrícolas, que somados representam 92,2% da estimativa da produção e responderam por 86,2% da área a ser colhida.

Em relação a 2012, houve acréscimos de 7,2% na área para o milho, de 11,1% para a soja e decréscimo de 0,4% na área colhida de arroz. No que se refere à produção, os acréscimos foram de 3,1% para o arroz, de 9,7% para o milho e de 23,8% para a soja, quando comparados a 2012.

O volume da produção de cereais, leguminosas e oleaginosas foi liderado pela região Centro-Oeste, com 75,9 milhões de ton, seguida das regiões Sul (73,4 milhões de ton), Sudeste (19,6 milhões de ton), Nordeste (12,2 milhões de ton) e Norte (4,6 milhões de ton). No levantamento, Mato Grosso desponta como maior produtor nacional de grãos, com uma participação de 23,8%, seguido pelo Paraná (20,4%) e Rio Grande do Sul (15,7%), que somados representaram 59,9% do total nacional previsto.

Estimativa de junho em relação à de maio

No LSPA de junho, destacaram-se as variações de algodão (-1,8%), amendoim primeira safra (5,7%), amendoim segunda safra (18,4%) batata-inglesa terceira safra (-19,0%), café arábica (-0,3%), café canéfora (-16,5%), feijão total (-2,4%), feijão 3ª safra (10,7%), mandioca (-6,5%), milho primeira safra (-1,1%), milho segunda safra (0,3%) e trigo (0,8%).

Algodão herbáceo (em caroço)

Reavaliações em Goiás registraram grande redução na área cultivada (17,7%), principalmente no sudoeste do Estado, região de maior ocorrência da cultura. No Nordeste do país, a produção foi afetada pela seca, refletindo grandes reduções de área e registrando a ocorrência de pragas como o bicudo, em Pernambuco. Mato Grosso, o maior produtor nacional, inicia a colheita, estimada em 1.771.086 toneladas, enquanto na Bahia, a colheita está no fim, podendo totalizar 1.019.279 ton.

Amendoim (em casca)

Em junho, a produção nacional das duas safras de amendoim foi estimada em 365.851 ton e apresentou aumento de 6,3% em relação a maio. São Paulo, maior produtor, participa com 87,6 % da produção total e apresentou, na primeira safra, acréscimo de 5,7% e na segunda safra, um crescimento de 52,7% em relação à estimativa anterior. Em nível nacional, a segunda safra cresceu 18,4% em relação à estimativa de produção em maio.

Batata inglesa

A estimativa de produção da batata-inglesa em junho foi de 3.306 milhões de ton, indicando queda de 3,6% em relação a maio. No Brasil, a produção de batata-inglesa divide-se em três safras: a primeira, que é a de verão, a segunda, plantada no início do ano civil, e a terceira, plantada no meio do ano. Em junho, a maior alteração da estimativa de produção coube à batata terceira safra, já que houve redução de 19% em relação a maio. Os números foram mais influenciados pelo Estado de São Paulo, segundo maior produtor nacional, respondendo por 29,1% do total produzido na safra, que registrou queda de 49,8% na área plantada e 44,5% na produção estimada.

Café

Em relação a maio, a produção de café registrou decréscimo de 4,6% na produção esperada e de 4% no rendimento médio. A produção nacional de arábica estimada em junho mostra queda de 0,3% em relação a maio. A área plantada total decresceu 0,9%. A área destinada à colheita também diminuiu 0,9%. Com o avanço da colheita as estimativas tendem à estabilização.

Feijão

A estimativa da produção nacional de feijão, considerando as três safras do produto, foi de 2.957.311 ton, 2,4% menor que a informada em maio. O Nordeste também foi a principal responsável por esta avaliação negativa em relação a maio, com decréscimos de 63.695 ton na expectativa de produção.

Mandioca

A estimativa de produção da mandioca em junho foi de 21.449 milhões de ton, indicando uma queda de 6,5% em relação a maio. A área plantada estimada ficou em 2.182 milhões de hectares e o rendimento médio esperado em 14.130 kg/ha, com decréscimos de 5,2% e 0,7%, respectivamente. A atual estimativa foi influenciada pelo Nordeste, que apresentou queda de 20,6% na estimativa de produção em relação a maio, sendo reduzida em 1.297 milhão de ton, reflexo da redução de 13,1% na área plantada, 14,8% na área a ser colhida e 6,8% no rendimento médio esperado. As perdas na produção foram mais significativas na Bahia (40,1%), Ceará (19,2%), Maranhão (8,4%), Rio Grande do Norte (42,7%), Pernambuco (14,6%) e Alagoas (7,4%).

Milho

Em junho, a estimativa da produção total de milho em grão é de 78.211.321 ton, 0,3% menor que a apresentada no mês anterior, mantendo a expectativa de safra recorde. As áreas plantada e colhida também apresentaram queda de 1,6% em relação a maio. Do volume da produção esperada, 34,5 milhões de ton (44,1%) são de milho primeira safra e 43,7 milhões de ton (55,9%) são de milho segunda safra. Os produtores investiram no milho segunda safra, por este apresentar bons preços de mercado na ocasião da decisão de plantio.

Trigo

A estimativa de produção do trigo em junho foi de 5.557 milhões de ton, 0,8% maior em relação a maio. Sua área plantada deve alcançar 2.068 milhões de hectares, com crescimento de 7,7% em relação a 2012 e 0,7% em relação a maio. Paraná e Rio Grande do Sul respondem por 92,8% da área plantada e 92% da produção nacional de trigo. No Paraná, 85% da área estimada a ser plantada em 2013 encontra-se consolidada, estando as lavouras nas fases de germinação e desenvolvimento vegetativo. No Rio Grande do Sul, a estimativa de produção do trigo em junho foi de 2.427 milhões de ton, indicando um aumento de 30,1% em relação a 2012, com destaque para o aumento do rendimento que deve alcançar 24,3%.

Estimativa de junho em relação à produção de 2012

Os incrementos de produção mais significativos, em números absolutos, em relação a 2012 foram para cana-de-açúcar, soja e milho. Já as maiores variações negativas em números absolutos foram para a laranja, algodão e mandioca. De acordo com o levantamento, a safra da soja em 2013 é recorde e ultrapassa a produção de 2012 em 15.633 milhões de ton (23,8%). A área plantada écresceu 10,8%, enquanto a área destinada à colheita superou em 11,1%. O principal Estado produtor desta oleaginosa é o Mato Grosso, que participa com 28,8% da produção nacional.

A cultura da cana-de-açúcar voltou a crescer em 2013, com aumento de 10,3% na estimativa de produção – 69.143 milhões de ton em relação a 2012. Já a safra recorde de milho de 2013 é 9,7% maior que a obtida em 2012, registrando, em termos absolutos, um incremento de 6.914 milhões de ton, retomando o crescimento após queda nos últimos cinco anos.

Nesta terça, a Conab também divulgou a projeção nacional para safra de grãos, com recorde de 185,05 milhões de toneladas.

IBGE

  • Enviar
carregando...

SERVIÇO

 
(SXC.HU)

MERCADO

Acompanhe as cotações das principais commodities

Portal traz dados dos maiores mercados do agro no Brasil

Esalq/USP oferece cursos de MBA a distância em Agronegócios, Agroenergia e Gestão Estratégica (Reprodução)

Cursos de MBA a distância da ESALQ/USP recebem inscrições

Programas são oportunidade para quem busca qualidade de ensino com praticidade

(Canal Rural)

VOCÊ NO RURAL

Conheça as nossas vagas e faça parte do principal
veículo de comunicação do agronegócio do país

BOLETIM

Resumo de Cotações

R$ / @ FOBAtualizada em:
01/09/2014 às 10:30
  • UF
  • Praça
  • Compra
    • MA
      • Balsas
      • 54,00
    • PR
      • Cascavel
      • 62,00
    • MS
      • Dourados
      • 58,00
    • RS
      • Passo Fundo
      • 61,00
    • MT
      • Rondonopolis
      • 58,50
    • GO
      • Rio Verde
      • 59,00
    • SP
      • Bebedouro
      • 60,50
    • TO
      • Pedro Afonso
      • 53,00
Ver mais dadosDisponibilizado por Safras & Mercado

ANUNCIE

 
(Divulgação/RuralBR)

ANUNCIE NO RURALBR

Você pode anunciar em todo o portal. Confira nossos formatos de publicidade

(Divulgação/clicRBS)

Canal Rural NO TWITTER

Siga o @canalrural e receba as dicas e atualizações em primeira mão, diretamente no seu twitter

RSS

 
(Divulgação/RuralBR)

FEEDS RURALBR

O noticiário do portal RuralBR também está disponível no formato RSS. Confira todos os canais disponíveis

Canal Rural possui diversas formas de interação com o público (Canal Rural)

Fale com o Canal Rural

Você pode enviar suas sugestões de reportagem para nossa equipe

Canal Rural

© 2011-2014 RuralBR.com.br

Todos os direitos reservados